Plano de Ação Territorial – PAT Chapada Diamantina-Serra da Jiboia

Em esforço colaborativo e inédito nasce o Plano de Ação Territorial – PAT Chapada Diamantina-Serra da Jiboia, estratégia de planejamento para conservação de espécies ameaçadas de extinção numa parceria entre o INEMA, a SEMA e o WWF Brasil dentro da “Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas – Pró-Espécies: Todos contra a extinção”.

O Plano de Ação Territorial – PAT Chapada Diamantina-Serra da Jiboia é reconhecido pela Portaria INEMA Nº 22.000 de 17 DE DEZEMBRO DE 2020.  O território delimitado no PAT engloba 56 municípios, perfazendo uma área de 3.918.743 hectares no estado da Bahia onde ocorrem 27 espécies alvo da flora e da fauna, criticamente em perigo de extinção (CR). O PAT também contempla direta e indiretamente 339 espécies beneficiadas ameaçadas de extinção, classificadas em diferentes categorias.

A Matriz de Planejamento do PAT composta pelas ações, resultados esperados, articuladores, colaboradores, período de execução, valores aproximados considerando o universo de cinco anos para sua implementação traz o resultado do trabalho de várias instituições parceiras durante a Oficina de Elaboração do Plano.

Junto com o PAT foi instituído pela Portaria INEMA Nº 22.001 de 17 DE DEZEMBRO DE 2020 o Grupo de Assessoramento Técnico – GAT  para acompanhar a implementação e realizar a monitoria do Plano.

Para conhecer melhor o PAT Chapada Diamantina-Serra da Jiboia leia o Sumário Executivo.