Parque Estadual do Morro do Chapéu

Decreto de Criação:
Decreto estadual nº 7.413 de 17 de agosto de 1998

Importância do Parque Estadual do Morro do Chapéu
A área do Parque Estadual do Morro do Chapéu está inserida em uma região de elevado significado cênico/turístico da Chapada Diamantina e tem como objetivos básicos assegurar a proteção de inúmeras espécies de animais raras e ameaçadas de extinção, preservar a vegetação característica, campo rupestre e um ecótono cerrado/caatinga, bem como proteger os sítios arqueológicos existentes na área.

Localização e área
O Parque está inserido no município de Morro do Chapéu, na região do Piemonte da Chapada Diamantina, na bacia hidrográfica do Rio Paraguaçu. Possui uma área estimada de 46.000 ha.

Atributos Naturais
O grau de conservação ambiental do Parque é ressaltado pela presença de felinos de grande porte. A vegetação predominante da área corresponde ao bioma Caatinga, também são encontradas tipologias bastante raras na região, como as dunas. Apresenta áreas com vegetação arbustiva/herbáceas, formando verdadeiros jardins naturais sobre os afloramentos rochosos.
Destaca-se a presença de orquídeas, bromélias e cactáceas.

Aspectos Relevantes
Sítios arqueológicos com pinturas rupestres
Formações geológicas
Grandes felinos

Principais Conflitos Ambientais
Desmatamento
Queimadas
Retirada ilegal de areia
Regularização fundiária
Caça predatória
Invasão de terra