APA Lagoas e Dunas do Abaeté

Decreto de criação:
Decreto Estadual nº 351 de 22 de setembro de 1987

Decreto Estadual nº 2.540 de 18 de outubro de 1993

Zoneamento:
Resolução CEPRAM nº 3.023, de 20 de setembro de 2002

Plano de Manejo:
Plano de Manejo –  1997


Importância da APA Lagoas e Dunas do Abaeté

Proteger o último remanescente de sistemas de dunas, lagoas e restingas ainda conservadas no município de Salvador.

Localização e área
A APA está localizada na porção extrema nordeste de Salvador, representando o ponto de intersecção com o Litoral Norte da Bahia, vetor de expansão urbana da região metropolitana.
A APA Lagoas e Dunas do Abaeté tem uma área de aproximadamente 1.800ha.

Atributos Naturais
A área da APA apresenta um ambiente típico de restinga com suas lagoas de coloração escuras intercaladas por dunas de areia branca móveis, semimóveis ou fixas, recobertas por vegetação arbórea, arbustiva e herbácea que desempenha um papel relevante na fixação das dunas e proteção do sedimento contra a erosão. A fauna se destaca com grande variedade de animais silvestres.
O clima da região é tropical úmido.

Aspectos Relevantes
Cenário de diversas manifestações: os cultos afro-baianos que utilizam o local como depositário de suas oferendas a Oxum, o orixá da água doce, e os festejos para os santos da igreja católica, a exemplo de Santo Antônio.
As lavadeiras também são figuras marcantes, que transformam as alvas areias do Abaeté em quaradouros de roupas formando um mosaico de cores.
Lagoa Abaeté-Catú
Centro de Atividades
Casa das Lavadeiras
Casa da Música
Praça do Mirante, Castelinho e Belvedere

Principais Conflitos Ambientais
Retirada de areia das dunas
Queimadas
Especulação imobiliária
Veiculo nas dunas
Disposição irregular do lixo
Supressão da flora nativa
(Orquidaceae e Bromeliaceae)