APA Lagoa Encantada e Rio Almada

Decreto de criação:
Decreto Estadual nº 2.217/93 de 14 de junho de 1993

Decreto de Ampliação:
Decreto Estadual nº 8650 de 22 de setembro de 2003

Zoneamento:

Resolução Cepram Lagoa Encantada 1998

Resolucao CEPRAM N 2989 de 2002

Plano de Manejo:
Plano de Manejo 1998

Plano de Manejo 2002

Importância da APA Lagoa Encantada e Rio Almada
A Área de Proteção Ambiental da Lagoa Encantada, como Unidade de Conservação, torna-se um importante instrumento de conservação do ambiente natural, pois possibilita conciliar a prática de atividades econômicas com os interesses ambientais.
Seu objetivo básico é proteger a diversidade biológica da região, disciplinando o processo de ocupação e assegurando o uso sustentável dos recursos naturais.

Localização e área
A APA abrange o litoral norte do município de Ilhéus, além dos municípios de Uruçuca, Itajuípe, Coaraci e Almadina, no Litoral Sul da Bahia, com uma área de 157.745 ha, fazendo parte da bacia hidrográfica do Rio Almada.

Atributos Naturais
A lagoa que dá nome a APA é uma formação dos rios Pipite e Caldeiras, e forma um conjunto harmônico com a beleza e exuberância da Mata Atlântica. Além da floresta, cachoeiras, nascentes e cavernas, a APA abrange uma área litorânea onde são encontradas restingas e manguezais. Diversas Reservas Particulares estão implantadas ou em fase de implantação.

Aspectos Relevantes
Passeio de chalana pelo Rio Almada
Passeio de barco ou canoa na Lagoa Encantada
Visita às comunidades de Sambaituba e Aritaguá
Visita ao povoado de Areias
Belas corredeiras e cachoeiras formadas pelos rios Pipite e Caldeiras
Remanescentes da antiga estrada de ferro, principalmente as pontes e as estações
Ambientes propícios à prática de esportes radicais, como surf, windsurf, rappel, trakking e mountain bike
Os reizados, bois-bumbá, festas de padroeira, o São João, animadas pelos conjuntos folclóricos, dão o tom que traz cor e alegria a todos que delas participam.
Anualmente é realizado o Festival do Peixe, promovido pela Prefeitura local, que ajuda a divulgar a famosa culinária local.

Principais Conflitos Ambientais
Poluição dos mananciais por esgoto e lixo
Ausência de saneamento básico na maioria das comunidades
Pesca irregular, com malha fina, arpão rede de arrasto
Desmatamento da Mata Atlântica das restingas e manguezais
Loteamentos irregulares na área litorânea
Queimadas
Caça, coleta, comercialização e contrabando de animais silvestres.