Em Luis Eduardo Magalhães, Inema devolverá lobo-guará ao seu habitat natural

O Centro Estadual de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), administrado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realiza, no dia 04/09, no município de Luis Eduardo Magalhães, o procedimento de soltura de um lobo-guará (adulto) e a readaptação de três filhotes da mesma espécie. Na lista de espécies ameaçadas de extinção, os animais foram resgatados no mês de julho e transportados para a sede do Cetas em Salvador, onde receberam atendimento clínico, tendo o adulto passado por intervenções cirúrgicas e tratamento necessário para reabilitação.

O Inema recebeu, por meio do Disque Resgate de Animais Silvestres, solicitação de resgate de indivíduo adulto de lobo-guará que foi encontrado com ferimento exposto na mandíbula em uma propriedade rural localizada no município de Luís Eduardo Magalhães, além de três filhotes encontrados sem a mãe em outra propriedade próxima. “Acolhemos estes animais, realizamos uma análise clínica bem como todo um trabalho para que eles recuperassem suas características comportamentais, após avaliação o animal adulto mostrou-se apto para retorno ao seu habitat natural. Do mesmo modo, os filhotes chegaram ao fim do período de cuidados pelo berçário e agora podem continuar sua readaptação ao habitat em recintos localizados na região de origem, onde foram resgatados”, explicou a bióloga da Coordenação de Gestão de Fauna do Inema, Aline Barbosa.

Para esta ação, o Inema tem a parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do criadouro conservacionista Parque Vida Cerrado, como se trata de espécie de fauna ameaçada de extinção foram adotadas as orientações contidas no Plano de Ação Nacional Canídeos Silvestres, medidas estas que reforçam o comprometimento do Inema com a proteção e conservação da fauna silvestre no estado.

Como proceder ao encontrar animais silvestres feridos ou fora de seu habitat natural:
O cidadão que encontrar animais silvestres e/ou exóticos feridos, vítimas de maus tratos, em cativeiro e posse ilegal, pode solicitar o resgate ou realizar a entrega voluntária aos Cetas Estaduais do Inema através do Disque Resgate (71) 99661-3998 (WhatsApp) ou via telefone fixo (71) 3231-5960.