Posse dos membros e eleição da diretoria do Comitê da Reserva da Biosfera da Caatinga

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) participou, na última sexta-feira, na cidade de Feira de Santana, da plenária de posse e eleição da diretoria do Comitê da Reserva da Biosfera da Caatinga – CERBCAAT.

 

Na abertura da cerimônia o chefe de gabinete do Inema, Welton Rocha, enalteceu os trabalhos realizados pelo Comitê, além dos desafios e responsabilidades da nova composição. “A renovação dos membros garantiu assento dos representantes da sociedade civil organizada (ONGs, OSCIPs, sindicatos, associações, federações, instituições de ensino e de pesquisa, povos e comunidades tradicionais) e do Poder Público. Concluída a eleição podemos notar que o Comitê conta com a representatividade dos principais segmentos, com expressiva participação de lideranças regionais, o que garante a legitimidade da participação social neste colegiado”, destacou.

 

Eleito, pelos pares, como coordenador do CERBCAAT para o quadriênio 2018/22, Carlos Romero de Carvalho, agradeceu à comissão eleitoral pelos trabalhos realizados. “Quero registrar e parabenizar toda a equipe que participou na condução do processo de renovação, de forma democrática, objetiva e com a lisura necessária para o engrandecimento deste Comitê”.

 

Ao final do encontro o coordenador de Programas e Projetos Ambientais da Sema, Adriano Zeferino,  apresentou os objetivos e critérios de seleção para participação na II Conferência da Caatinga: Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade, a ser realizada entre os dias 19 e 21 de junho, na cidade de Fortaleza. “A II Conferência tem por objetivo dar continuidade ao processo de articulação interinstitucional, bem como avaliar os avanços e desafios relativos aos compromissos assumidos pelos estados na I Conferência da Caatinga, realizada em 2012, e definir estratégias e compromissos de conservação e desenvolvimento socioambiental no bioma”.

 

A Coordenação Estadual da II Conferência da Caatinga está coletando indicações de experiências exitosas no bioma com o objetivo de selecionar 10 (dez) experiências, seguindo os critérios estabelecidos, para serem apresentadas na Conferência”, explicou Zeferino.

CERBCAAT – Os membros do Comitê da Caatinga têm como atribuição auxiliar nas diversas situações ambientais, desde problemas locais à proposição de políticas públicas, como a criação de unidades de conservação, intensificando a importância da preservação e desenvolvimento sustentável deste bioma. O CERBCAAT é composto por 27 membros, sendo 14 representantes do poder público e 13 da sociedade civil.

 

O Comitê da Caatinga tem por objetivo propor políticas, diretrizes e estratégias de ação para a conservação de espécies do bioma, além de gerenciar a criação e implementação de áreas protegidas (unidades de conservação).