Participação social é destaque da plenária eleitoral do Comitê Biosfera da Caatinga

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizou, na última sexta-feira, na cidade de Feira de Santana, o processo de renovação eleitoral do Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga (CERBCAAT).

A renovação dos membros garante assento dos representantes da sociedade civil organizada (ONGs, OSCIPs, sindicatos, associações, federações, instituições de ensino e de pesquisa, povos e comunidades tradicionais) e do Poder Público. “Para garantir que o processo de renovação contasse com a representatividade dos principais segmentos, houve uma ampla divulgação e mobilização nos municípios e junto às lideranças locais, visando garantir a legitimidade da participação dos interessados. Concluída a eleição será marcada a plenária de posse e eleição da diretoria do comitê”, explicou a técnica da coordenação de Interação Social do Inema, Thamires Gomes.

Durante a abertura do encontro, o representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Edison Ribeiro, realizou uma explanação sobre o histórico do CERBCAAT. “Os membros do Comitê da Caatinga tem como atribuição auxiliar nas diversas situações ambientais, desde problemas locais à proposição de políticas públicas, como a criação de unidades de conservação, intensificando a importância da preservação e desenvolvimento sustentável deste bioma. São espaços que devem ser fortalecidos É fundamental investir na capacitação dos membros dos colegiados ambientais”.

O Comitê da Caatinga tem por objetivo propor políticas, diretrizes e estratégias de ação para a conservação de espécies do bioma, além de gerenciar a criação e implementação de áreas protegidas (unidades de conservação). “É com este propósito que os membros estão comprometidos, cada um trazendo suas vivências culturais e experiências de convívio com o bioma, para que juntos possamos definir as melhores ações para a conservação da Caatinga”, pontuou o representante dos Povos e Comunidades Tradicionais no CERBCAAT, Manoel Ailton.

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia  (Fieb), João Baptista Ferreira, relatou o objetivo da participação da federação nestes espaços. “Temos a missão de estabelecer articulações entre o setor privado, governo e outros segmentos da sociedade, com foco no desenvolvimento de políticas públicas sustentáveis e na estruturação e implementação de ações que somam esforços para a melhoria das condições sociais, ambientais e econômicas do estado”.

O CERBCAAT é composto por 27 membros, sendo 14 representantes do poder público e 13 da sociedade civil.

A Reserva da Biosfera é um modelo, adotado internacionalmente, de gestão integrada, participativa e sustentável dos recursos naturais, com os objetivos básicos de preservação da diversidade biológica, o desenvolvimento de atividades de pesquisa, o monitoramento ambiental, a educação ambiental, o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida das populações.