Inema qualifica sala que monitora eventos críticos

A Sala de Situação do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) foi reestruturada e ganha um novo espaço para atividade de monitoramento ambiental. O espaço que é fruto de um acordo entre a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Instituto é operacionalizada pela Coordenação de Monitoramento (COMON), tendo como principal objetivo monitorar e analisar a evolução das chuvas, dos níveis e da vazão dos principais rios, reservatórios e bacias hidrográficas.

Inaugurada em dezembro de 2012, a Sala de Situação funciona como centros de gestão de situações críticas, coordenada pelo órgão gestor de recursos hídricos do estado, onde podem estar presentes também representantes do instituto de meteorologia local, que buscam identificar ocorrências e subsidiar a tomada de decisão para a adoção antecipada de medidas mitigadoras dos efeitos de secas e inundações.

Uma das responsáveis pelo ambiente, a engenheira sanitarista e civil Adma Tanajura, ressalta a importância da reestruturação e afirma que a sala também tem com objetivo apoiar a implantação do sistema de eventos críticos, de cheias, inundações e secas. “Foi criado um mapa de vulnerabilidade que detecta as áreas criticas no estado em relação à inundação, nessas áreas foram instaladas estações hidrológicas que mede o nível dos rios”. Ainda segundo a engenheira, “a coordenação de monitoramento dos Recursos Ambientais e Hídricos acompanha todo desempenho do nível, para que junto com a meteorologia realize esses monitoramentos diários”.

Ao todo, seis pessoas utilizam o espaço, seguindo escala interna de duas por vez. Todas as informações normais ou de alertas são compartilhadas por meio de boletins diários ou semanais, de sistemas de monitoramento.

A Sala de Situação fica na sede do Inema, no Centro Administrativo da Bahia (CAB) e pode ser contactada através do telefone (071) 3118-4160 ou do e-mail saladesituacao@inema.ba.gov.br.