Final de semana de céu encoberto e chuvoso em grande parte do Estado

Para os próximos dias, que também inclui o final de semana, as condições do tempo previstas para a Bahia deverão ter algumas mudanças significativas, principalmente em relação às chuvas, pois a massa de ar quente e seco começa a perder força, o que poderá favorecer o aumento da nebulosidade e das chuvas em grande parte do Estado.

Nas regiões Oeste, São Francisco, Sudoeste e Sul quem deve contribuir para a ocorrência das chuvas é a umidade vinda da região amazônica. Além disso, as altas temperaturas, com máximas variando entre 33°C e 35°C poderão contribuir para intensificar essas chuvas, principalmente no Oeste e São Francisco, onde não se descarta a possibilidade de trovoadas. Já nas regiões Sudoeste e Sul do Estado, uma frente fria que está avançando pelo litoral do Sudeste brasileiro pode intensificar os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico, trazendo assim mais chuvas para estas regiões.

Para a região Norte, além das temperaturas elevadas (com máximas de até 35°C), quem deve contribuir para ocorrência das chuvas é a influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). É sempre bom lembrar que, a ZCIT é o principal sistema meteorológico responsável pelas chuvas nos estados do norte do Nordeste brasileiro, como: Ceará, Rio Grande do Norte, oeste da Paraíba, centro-norte do Maranhão e Piauí, além do norte da Bahia. Em anos considerados normais, do ponto de vista climático, este sistema atua no período entre os meses de fevereiro e maio, que é o principal período chuvoso nessas áreas.

Por outro lado, nas regiões do Recôncavo, Chapada Diamantina e Nordeste, a massa de ar quente e seco, mesmo perdendo força, ainda continua reduzindo a nebulosidade e as chuvas. Mesmo assim, as temperaturas elevadas (com máximas variando de 31°C a 35°C) e a umidade vinda do Oceano Atlântico poderão contribuir para ocorrência de chuvas fracas em algumas localidades dessas regiões.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, onde essa massa de ar deverá manter o céu parcialmente nublado a claro, as temperaturas continuam elevadas (com mínimas de 23°C e máximas de 34°C). Mesmo assim, os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico poderão contribuir para a ocorrência de chuvas fracas em áreas isoladas.

Maré

Entre os dias 23/02 (sexta-feira) e 25/02/18 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima no período entre às 09h e às 13h e entre às 21h e à 01h do dia seguinte, com valores variando de 1,6 a 2,3 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre às 03h e às 07h e entre as 15h e às 19h, com valores variando de 0,4 a 1,0 metro. Quanto à previsão de ondas, estas deverão ter agitação fraca e com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUVs)

Uma das características do verão é o aumento na incidência de radiação solar e, consequentemente, na elevação dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV) no estado da Bahia. Esta condição pode ser observada no período entre os dias 23/02 (sexta-feira) e 25/02/18 (domingo), quando os IUVs deverão ficar em torno de 14. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes Índices estão classificados na categoria “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, a exemplo do uso de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, principalmente nos horários entre as 10 e as 16 horas. Esses cuidados são essenciais, pois poderão minimizar danos à saúde, já que nesse intervalo de tempo os efeitos nocivos dos raios solares são maiores.