Inema realiza operação de combate ao tráfico de animais silvestres na cidade de Maracás

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizou no dia 27/01, em conjunto com as Policias Civil e Militar, operação de combate ao tráfico de animais silvestres no município de Maracás, na região sudoeste da Bahia. A ação resultou no resgate de cerca de 150 pássaros silvestres, mantidos em cativeiro não autorizado, situado em uma residência na Rua Osvaldo Portela. Entre as espécies apreendidas estão Pássaro Preto, Azulão, Sofrê, Canário da terra, Papa-capim, Cardeal, Pintassilgo e Coleirinha.

As investigações, iniciadas pela Policia Civil, revelaram que os pássaros seriam comercializados para a cidade de São Paulo. Além dos animais, gaiolas, viveiros e alçapões, também foram apreendidos. Os animais foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas)  da cidade de Vitória da Conquista.

A fiscalização, realizada por técnicos do Posto Avançado do Inema de Jequié, teve por objetivo coibir a criação e comércio de pássaros nativos da fauna brasileira mantidos em cativeiro, sem a devida autorização dos órgãos ambientais competentes, infringindo a legislação ambiental em vigor. Segundo o Artigo 29 da Lei 9.605 de 1998, “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão” é crime ambiental. A pena pode chegar a um ano de detenção e multa.