Último fim de semana do mês com previsão de chuvas fracas na maior parte do Estado

Para este último final de semana de Novembro é esperado o retorno das chuvas em, praticamente, toda a Bahia. Tal condição é resultado da combinação da alta umidade vinda, tanto da Região Amazônica quanto do Oceano Atlântico.

Estas chuvas deverão ser mais frequentes nas regiões Oeste e São Francisco, onde o predomínio será de céu encoberto e chuvoso em grande parte do período. Mesmo com esta previsão de chuvas, as temperaturas permanecerão elevadas, com máximas podendo chegar aos 36°C.

Para o restante do Estado as chuvas deverão ocorrer com fraca intensidade, sendo estas concentradas nas localidades mais próximas ao litoral do Recôncavo, Nordeste e Sul. As temperaturas poderão variar entre mínimas de 15°C (na Chapada Diamantina e Sudoeste) e máximas de até 35°C (no Nordeste).

Para Salvador e região metropolitana, também há previsão de chuvas, porém de fraca intensidade, podendo ocorrer a qualquer hora do dia. As temperaturas oscilarão entre mínimas de 20°C e máximas de 31°C.

Maré

Entre os dias 24/11 (sexta-feira) e 26/11 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima no período entre às 07h00min e às 10h00min e entre às 19h00min e às 22h00min, com valores variando de 1,4 a 2,2 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre a 01h00min e às 04h00min e entre às 13h00min e às 16h00min, com valores variando de 0,6 a 1,2 metros. As ondas previstas deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar aos 1,5 metros.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUVs)

A primavera tem como uma de suas características a elevação dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV). Esta condição pode ser observada entre os dias 24/11 (sexta-feira) e 26/11 (domingo), quando os IUVs deverão variar de 11 a 13. De acordo a Organização Mundial de Saúde (OMS) tais Índices estão classificados na categoria “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar. Assim, recomenda-se usar protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, sobretudo nos horários das 10 às 16 horas. Esses cuidados são essenciais, pois poderão minimizar danos à saúde já que nesse intervalo de tempo os efeitos nocivos dos raios solares são maiores.