Sema/Inema participam de evento do MP-BA sobre conservação da Mata Atlântica

A Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), participaram na manhã desta quinta-feira (19), do evento “O Ministério Público e a Mata Atlântica – Conservação e restauração do bioma”, no auditório do Novotel, em Salvador. Promovido pelo MP-BA, o evento teve por objetivo discutir os modelos institucionais e estratégias de atuação na prevenção e restauração do bioma Mata Atlântica.

Durante a abertura, o secretário de meio ambiente da Bahia, Geraldo Reis reforçou o compromisso no diálogo em torno da preservação do bioma. “É preciso construir, cada vez mais, uma relação dialógica com o conjunto de agentes que atuam na esfera ambiental para dar continuidade às ações de reestruturação e reparação da Mata Atlântica”, discursou.

A diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, Marcia Hirota, apresentou o trabalho de acompanhamento do órgão e falou sobre a importância da parceria com as instituições ambientais baianas. “Extremamente importante para que juntos possamos promover não só a preservação da mata atlântica, como também a sua recuperação. Tivemos a participação do secretário Geraldo Reis no encontro dos secretários do meio ambiente dos estados da mata atlântica e estamos em diálogo com a secretaria e com o Inema, para que a gente possa criar uma agenda conjunta e contribuir no sentido de garantir os recursos e mecanismos na fiscalização”.

Representando o Inema, o coordenador de Fiscalização, Miguel Calmon, ressaltou os esforços do órgão para conter o desmatamento no Estado. “O levantamento do SOS Mata Atlântica nos trouxe um alerta no sentido de trabalhar com mais intensidade nas áreas afetadas, ampliando estratégias tecnológicas para promover interdições de áreas, notificações para recuperação a aplicação de autos de infração. Os desafios existem, mas precisamos unir forcas forcas por essa causa”, explicou.

Já a assessora técnica Maria Daniela pontuou questões relacionadas ao licenciamento ambiental e algumas das ações do Inema referentes à preservação, como o mapeamento da cobertura vegetal do Estado, que está em conclusão.  “Estamos buscando ampliar e otimizar as ações de restauração não só da mata atlântica, mas de todos os biomas existentes no Estado”, finalizou.