Ações de combate e prevenção aos incêndios na Chapada Diamantina e Oeste Baiano continuam

As ações de combate aos incêndios florestais realizadas em áreas da Chapada Diamantina e Oeste Baiano continuam. Nas últimas 24 horas, as operações foram feitas pelo Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), que atua no âmbito do programa Bahia Sem Fogo, iniciativa coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), além de contar com apoio dos brigadistas voluntários.

Iraquara – No município de Iraquara, localidade de Vitoriano, na Chapada Diamantina, foi identificado um foco de incêndio na Área de Proteção Ambiental (APA) Marimbus. Para o controle das chamas, foi utilizado um caminhão Auto Incêndio Florestal, com o auxilio de bombeiros militares. De acordo com informações do CBMBA, apesar do esforço coletivo, aos focos de incêndios foram controlados parcialmente, mas continuam sendo monitorados.

Rio de Contas – Uma força tarefa formada pelo Corpo de Bombeiros, Sema/Inema e a Brigada Gaviões da Chapada foi deslocada para combater incêndio em área de turfa (material formado pela decomposição de vegetais), na região de Sapé, em serra da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Barbado.

Piatã – No município de Piatã, a ação coletiva do CBMBA e da Sema/Inema combateu e controlou focos de incêndios nas comunidades de Furnas da Onça, Bateias e Riacho de Pedras. Na comunidade de Extrema, foram controlados dois focos no topo e um foco na base da Serra da Janela.

Oeste Baiano – Para controlar o incêndio na Serra da Bandeira, no município de Barreiras, o Bahia Sem Fogo realizou ação com duas frentes de trabalho para controlar os focos. Ainda na manhã do domingo, o efetivo de combatentes foi deslocado para as margens do rio de Ondas, para atuar em incêndio florestal que ameaçava residências, em parceria com a guarnição do 17° GBM. O incêndio está controlado, mas será realizado um monitoramento de até 72 horas, pois a alta temperatura, cuja previsão é de 39º, associada a baixa umidade do ar, ventos fortes e vegetação seca podem contribuir para a reignição do fogo.

Ainda em Barreiras, a chegada da tropa de reforço e a utilização da viatura Auto Bomba Tanque facilitaram a prevenção de possíveis queimadas nas margens das rodovias para evitar acidentes e proteger residências.

Foi constatado que as ações no último sábado (21) surtiram o efeito esperado por conta dos aceiros realizados próximos à rodovia que dá acesso ao aeroporto, impedindo que as chamas avançassem para o outro lado da pista.

Em São Desidério, o combate está sendo feito pelo Prevfogo e brigada da cidade. Já em Luís Eduardo Magalhães, não há registro de incêndio florestal, mas os bombeiros continuam fazendo o monitoramento.