Inema abre licitação para contratar mais 10 PCDs para monitoramento meteorológico

Com o objetivo de modernizar e ampliar a rede de coleta de dados meteorológicos no Estado da Bahia, notadamente na Região de Planejamento e Gestão das Águas (RPGA) do Leste e na área de abrangência dos reservatórios que abastecem a cidade de Salvador e Região Metropolitana (Alto Paraguaçu), foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), na última quinta-feira (03), o aviso de licitação para aquisição e instalação de 10 (dez) Plataformas de Coleta de Dados (PCDs) para monitoramento meteorológico.

Essas PCDs utilizadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) serão somadas com as 10 (dez) já licitadas e utilizadas para o monitoramento da precipitação de chuva; temperatura; umidade relativa do ar; direção e velocidade dos ventos; radiação solar global; temperatura do solo; umidade do solo e pressão barométrica.

“As informações meteorológicas e agrometeorológicas geradas são necessárias para subsidiar os processos de tomada de decisão que envolvem agricultura, defesa civil, previsão de eventos meteorológicos extremos (estiagens prolongadas ou enchentes), gerenciamento dos recursos hídricos, geração de energia, turismo, transporte e outros”, explica Greice Ximena Santos Oliveira, técnica do Inema.

A presente aquisição, que conta com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), compõe mais um ação do Programa de Desenvolvimento Ambiental (PDA) e permitirá uma melhoria quantitativa e qualitativa na coleta de dados nestes locais. Esses dados poderão ser compartilhados com diversos órgãos estaduais e nacionais para serem utilizados em modelos hidrológicos e de previsão numérica do tempo e clima.