Final de semana de poucas chuvas e tempo frio na maior parte do Estado

As condições do tempo para os próximos dias na Bahia, que também inclui o primeiro final de semana de agosto, continuam sob a influência de sistemas meteorológicos de diferentes características, porém atuando em áreas distintas do Estado. Assim, nas regiões Oeste, São Francisco e Norte, quem predomina a massa de ar seco, onde deverá manter o céu com poucas nuvens e sem chuvas.

Um dos reflexos da atuação dessa massa de ar são os baixos índices de umidade, que poderão chegar aos 25% nos próximos dias. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) estes índices estão abaixo daqueles considerados normais para o conforto humano, que é de, no mínimo, 60%. Dessa forma, é recomendado manter-se hidratado.

Além de deixar o tempo seco, outro reflexo da permanência dessa massa de ar se dá na variação das temperaturas ao longo do dia, pois a pouca nebulosidade nessas regiões contribui para que estas aumentem, principalmente no período entre às 10h e às 16h, quando as máximas poderão chegar aos 35°C. Já durante a noite e nas primeiras horas da manhã, essas temperaturas diminuem significativamente, podendo chegar a valores de até 16°C.

Com essa previsão de tempo quente e seco, há também um aumento nos riscos de ocorrer queimadas ou, até mesmo, intensificar aqueles focos já existentes, pois com a vegetação já ressecada, uma simples faísca de fogo ou uma ponta de cigarro pode dar origem a um grande incêndio. Assim, recomenda-se cautela quanto à prática da utilização do fogo em suas atividades diárias, uma vez que, no caso da perda do controle do mesmo, este poderá trazer prejuízos ambientais, sociais e econômicos irreversíveis para a região.

Por outro lado, nas regiões do Recôncavo, Nordeste, Chapada Diamantina, Sudoeste e Sul, onde essa massa de ar deve atuar com menos intensidade, são os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico que deverão influenciar o tempo, mantendo o céu parcialmente nublado, com possibilidade de chuvas nessas regiões. No entanto, as maiores chances são para as localidades mais próximas ao litoral.

Como típicas dessa época do ano (inverno), as temperaturas se manterão mais amenas nessas áreas do Estado, onde as máximas deverão variar entre 23°C (na Chapada Diamantina e Sudoeste) e 31°C (no Nordeste) e mínimas podendo chegar aos 11°C, sobretudo nas áreas serranas da Chapada Diamantina e Sudoeste. Com essa condição de tempo frio e úmido, há possibilidade de ocorrer neblina em algumas áreas dessas regiões, principalmente durante a noite e nas primeiras horas da manhã, o que requer mais atenção aos motoristas durante esse período.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, onde as temperaturas se manterão estáveis (com mínimas de 20°C e máximas de 29°C), o tempo também continua sendo influenciado pela umidade vinda do Oceano, o que deverá manter o céu parcialmente nublado com chuvas a qualquer hora do dia.

Maré

Entre os dias 04/08 (sexta-feira) e 06/08 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima no período entre à 01h00min e às 04h e entre às 13h e às 16h, com valores variando de 1,7 a 2,6 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre às 07h e às 10h e entre às 19h e às 22h, com valores variando de 0,3 a 0,7 metro. As ondas previstas deverão ter agitação de moderada a fraca, com altura máxima podendo chegar aos 2,5 metros.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUV’s)

Algumas das características da estação do inverno são as temperaturas mais amenas e chuvas de fraca intensidade, mas com maior frequência em algumas localidades. Além disso, também há uma redução na incidência de radiação solar e, consequentemente, dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Mesmo assim, estes índices continuam elevados, a exemplo dos que estão previstos para o período entre os dias 04/08 (sexta-feira) e 06/08 (domingo), quando deverão variar de 07 a 10 em todo o Estado. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes IUV’s fazem parte das categorias de intensidade “Alta e Muito Alta”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, principalmente, nos horários das 10 às 16 horas, quando há maior incidência dessa radiação. Com isso, para minimizar os danos causados a saúde, recomenda-se a utilização de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, etc.