Sema e Inema marcam presença no Water for Food Global Conference 2017

Entre os dias 05 e 12 de abril, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) participaram, no estado do Nebraska, nos Estados Unido, do Water for Food Global Conference 2017. O encontro que é realizado anualmente visa a troca de experiências sobre a melhor utilização da água em diversas partes do mundo.

Nos primeiros dias foram realizadas visitas técnicas para discussões e trocas de experiências. Os membros da comitiva brasileira visitaram o Natural Resources Districts (administra a água subterrânea), o Conservation and Survey Division, empresa responsável pelo monitoramento da água subterrânea de Nebraska, além de uma visita a própria universidade local. Após o encontro, a delegação brasileira também conheceu a Fazenda de Pesquisa da Universidade em Mead, NE – Torres do Sistema Ameriflux, onde são realizadas pesquisas sobre Pivô Central.

“Foi uma semana intensa de trabalho e aprendizagem sobre a forma da gestão e monitoramento dos recursos hídricos, tanto de águas subterrâneas, quanto de superfície. Conhecemos os Nebraska’s Resources Districts (NRDs) Upper Big Blue e Central Platte, gerenciados por entidades governamentais locais, com conselhos de diretores eleitos localmente”, contou o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis.  Segundo ele, “apesar das especificidades de cada país, é impressionante a capacidade de organização dos produtores e irrigantes norte-americanos, que assumem co-responsabilidade na gestão das águas, ancorados em um sistema rigoroso de monitoramento do uso”.

Participando da Conferência, a diretora geral do Inema, Márcia Telles, classificou o evento como uma experiência ímpar para a gestão dos recursos hídricos da Bahia. “Foram dias de muito aprendizado e troca de experiências, principalmente no que tange o reaproveitamento da água para o estado da Bahia”, disse a diretora.

Já na terça-feira (10), os participantes da Conferência se reuniram com os professores da Universidade de Nebraska para a apresentação e discussão do projeto com a Aiba/Iaiba/Prodeagro – UFV/Funarbe, além de discussão de modelagem, gestão e monitoramento de água subterrânea e outros assuntos pertinentes.

Nos dois últimos dias do encontro (11 e 12 de abril) a palestra ficou por conta do professor e doutor em Ciências Atmosféricas e Oceânicas pela Universidade de Wisconsin – Madison, Marcos Heil Costa, que falou sobre Governabilidade de águas subterrâneas no Brasil e sobre o Projeto Aiba/Iaiba/Prodeagro – UFV/Funarbe, e do presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Celestino Zanella, que dissertou sobre Agricultura Irrigada no oeste da Bahia.

O diretor de Águas do Inema, Eduardo Topázio, fez um balanço sobre a Water for Food Global Conference 2017, e já estuda como colocar em prática o conhecimento obtido durante a Conferência. “Foram oito dias de muita produtividade, aprendizado e enriquecimento cientifico para uma melhor utilização dos recursos hídricos. Posso afirmar que tudo que foi aprendido durante o evento será utilizado será adaptado para a realidade do nosso estado”, finalizou.

Também esteve presente na Conferência, o secretário da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), João Vitor de Castro Lino Bonfim.